Antes de decidir se sua nova cozinha vai ganhar uma bancada de granito, quartzo ou mármore, é preciso entender a diferença entre eles.

Antes de decidir se sua nova cozinha vai ganhar uma bancada de granito, quartzo ou mármore, é preciso entender a diferença entre eles, e mais do que isso, saber qual se encaixa a sua necessidade.

Sem dúvida alguma um projeto de cozinha planejada necessitará de uma dessas pedras, que combinando ou não com a madeira escolhida, vai proporcionar charme ao ambiente.

Mas, em si tratando de cozinha, lugar que preparamos os alimentos e de maior circulação da casa, alguns critérios devem ser levados em consideração, como por exemplo, usar na bancada uma pedra menos porosa e que não arranhe com facilidade.

O Mármore diferencia-se do granito por ter em sua composição um maior número de veios, tornando-o menos resistentes. Pedras de mármore não podem ser usados em hipótese alguma em cozinha, pois não possuem resistência a panelas em altas temperaturas e são bastante porosos. Por ter uma granulometria menor costumam ter maior uniformidade na cor.

Assim como mármore, o Granito é uma rocha mineral natural composta por Quartzo, Feldspato e Mika. O granito se comparado ao mármore e ao quartzo possui o melhor valor do mercado. Sua porosidade está relacionada à sua granulometria e por ter uma composição mais rígida costuma manchar menos, e ser menos poroso que os demais. Outra característica marcante é a variação de manchas e veios, que se difere em cada peça.

O Quartzo entra na categoria das grandes marcas, como Silestone, Limestone e também os fabricados na China. É um mineral composto de micro cristais que se assemelham a vidro quebrado, por isso sua resistência e durabilidade. O processo para produção desse material é sintético, que garante maior uniformidade de cores e veios. Por ser sintético, acaba sendo mais caro, mas é um material que possui maior flexibilidade de utilização devido a sua resistência. Outra “grande” vantagem, além da qualidade, é que ele é fabricado com uma variedade grande de cores, permitindo que se combine e varie as cores da cozinha.

Em resumo:

  • Ampla gama de cores
  • Superfície resistente a arranhões,
  • Ligeiramente mais duro do que granito
  • Fácil de manter
  • Não é necessário impermeabilização
  • Resistente a bactérias
  • Ambientalmente amigável
  • Cor uniforme e aparência
  • Resistente a manchas

Pesquise valores em marmorarias diferentes, peça indicações a amigos ou parentes. Estranhe propostas extremas: muito caras ou muito baratas.

 

 

Olá visitante, que tal deixar um comentário?